Tuesday, November 25, 2008

A Verdade

Que é, pois, a verdade? Um exército móvel de metáforas, metonímias, antropomorfismos, numa palavra, uma soma de relações humanas que foram realçadas poética e retoricamente, transpostas e adornadas, e que, após uma longa utilização, parecem a um povo consolidadas, canônicas e obrigatórias: as verdades são ilusões das quais se esqueceu que elas assim o são

Friedrich Nietzsche - "Sobre a verdade e a mentira em sentido extramoral"

Que é a verdade? Algo fixo? Imutável? Eterno?
Muitas vezes, ao longo da história, acreditamos ter finalmente encontrado a verdade.
Mesmo no dia-a-dia, vivemos de acordo com uma série de conceitos, valores, sentidos, regras, deveres, proibições, que acreditamos serem verdadeiros.
Mas, será que há mesmo algo que seja verdadeiro, ou somos nós que estamos muito acostumados, muito acomodados para questionar a validade de nossas verdades?
Basta examinar com um pouco mais de cuidado e um tanto de coragem, e logo percebemos que a verdade é absolutamente variável, no tempo e no espaço. O que era verdade ontem, já não é mais verdade hoje. O que é a verdade aqui, não é verdade em outro lugar. E vice-versa e assim por diante.
Quantas coisas que tomamos pelas mais certas e verdadeiras, não serão apenas Fantasias de nossa imaginação?
Às vezes julgamos estar no caminho certo, enquanto o outro está no caminho errado. Julgamos estar de posse de uma verdade, enquanto os outros estão iludidos com mentiras.
Mas, se paramos para questionar, analisar, investigar, fica claro, muito claro, que a Verdade é apenas uma Fantasia. Uma Fantasia que julgamos ser real. Uma Fantasia que finge não ser fantasia. Uma invenção, uma construção. Nada mais.
Se tivermos força e coragem para questionar, perguntar, investigar, escalar as montanhas de nossa mente, o que encontraremos lá no topo? A verdade? Talvez nos deparemos com algo tão libertador quanto perturbador: "Nada é verdadeiro, tudo é permitido" (Friedrich Nietzsche - "Genealogia da Moral")

Termino este post com Fernando Pessoa:
"A Terra é feita de céu
A Mentira não tem ninho
Nunca ninguém se perdeu
Tudo é verdade caminho"

1 comment:

Manja said...

não sei, to pensando em outras coisas, mas ainda assim acho que essa pergunta é relevante:

Será que é verdade que não há verdades?